Capitão Silvério
Família, a base de tudo!
Capa Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
Aos que não tiveram a oportunidade e a honra de ser um soldado, temos na imagem um mastro e o símbolo maior da nossa pátria que, quando o sol se põe, desce para descansar de maneira solene e sublime.

Não há um soldado, um só eterno soldado, que não se emocione e veja um filme passar diante dos seus olhos, de forma involuntária e instantânea, ao se deparar com essa imagem!

Se você, ao ver esse cenário, é tomado por um misto de sentimentos composto de orgulho, superação, autoconfiança e amor à pátria, parabéns, você é ou já foi um soldado!

Certamente, você passou dias se preparando para defender o nosso povo com o sacrifício da própria vida, se preciso for!

Provavelmente, quando o sol foi embora, você estava cansado, com fome, privado de sono, com sede, com uma mochila pesada nas costas, carregando seu armamento, com um capacete na cabeça, com os pés doendo, com dor em alguma ou em muitas partes do corpo, talvez nas condições mais adversas em que já estivera na vida.

Mas, ao entrar em forma na frente do Pavilhão Nacional, ao ver tremular altiva a nossa bandeira, você foi tomado pelo sentimento mais nobre e revigorante, que nunca imaginara existir, que surge como uma energia divina, e tivera a certeza de que estava ali se preparando para defender tudo o que há de mais sagrado na sua vida.

Enquanto a bandeira desce, aquele ser humano destruído pelas extenuantes atividades já não existe mais e quando a bandeira é totalmente arriada surge um novo soldado, quase indestrutível, pronto para seguir em frente em mais uma nova jornada que não tem hora para acabar!

O arriar da bandeira incólume diante do soldado estafado traz o sentimento de dever cumprido, internaliza para sempre nas nossas mentes que todo o esforço é em prol de tudo aquilo que há de mais sagrado em nossas vidas, que são as pessoas que amamos e a terra onde nascemos, nossas origens, nossas raízes!

A bandeira já arriada, cuidadosamente arriada por um soldado, que só Deus sabe como ainda está de pé, representa o fim de um ciclo vitorioso, representa que a missão foi cumprida!

Porém, não representa que acabou. Muito pelo contrário! 
Surge ali um novo soldado, revigorado, renovado, com a alma alimentada pelos mais nobres valores e ideais, pronto para prosseguir na sua eterna missão de proteger e defender a sua Nação.

Essa imagem é, muitas vezes, a única cena que viria a passar pela cabeça nos momentos de dor que estariam pela frente.

Seguir, ainda que a vontade seja de parar, significa que não há outra escolha. A bandeira só descansará em paz, segura, sem ser ultrajada, se não pararmos de nos preparar.

A bandeira descansa ao pé do mastro, aconchegada pela paisagem, de uma forma quase angelical, após ver os seus valentes soldados e ter a certeza de que estará protegida até a manhã seguinte, quando será hasteada de maneira solene pelos mesmos soldados, ainda mais cansados, que serão novamente revigorados pelo símbolo da Nação e seguirão lutando pelos seus ideais!

BRASIL ACIMA DE TUDO!

@Capitão Silvério 2020
Capitão Silvério
Enviado por Capitão Silvério em 10/06/2020
Alterado em 24/06/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários